M. LICORES

M. LICORES
LICORES FINOS DE QUALIDADE

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

ALIMENTOS QUE DIMINUEM OS SINTOMAS A TPM








ALIMENTOS QUE DIMINUEM OS SINTOMAS DE TPM

Você sabe qual a sigla que mais assombra as mulheres? TPM. Isso mesmo. A TPM é sinônimo de inchaço, mau humor, fome descontrolada, vontade de comer chocolate, dor nos seios e "outras coisas mas". Por isso, se você é mulher e quer espantar de vez os sintomas indesejáveis da tensão pré-menstrual, a nutrição pode lhe ajudar bastante. Confira algumas dicas abaixo:

- Beba bastante líquido
A água desintoxica o organismo e ajuda a desinchar. Tomar muito chás (menos mate e preto), sucos naturais, água de côco, sopas (sem creme de leite para não pesar na balança) ajudam.

- Alimentação rica em fibras


As fibras estão nos alimentos integrais (pão, macarrão, cereais), frutas, vegetais. Elas também ajudam o organismo a desintoxicar e a manter a glicemia (açúcar no sangue) estável, dessa maneira não sentimos vontade de beliscar o dia todo.

- Consuma alimentos com vitamina B


Os cereais integrais (juntamente com os vegetais verdes escuros e as carnes) são alimentos ricos em vitaminas do complexo B. Essas vitaminas diminuem as dores de cabeça e a vontade de atacar os doces. A Vitamina B6 controla os efeitos da aldosterona, hormônio produzido pela supra-renal na fase pré-menstrual que reduz a excreção de sódio e causa o inchaço.


- Ômega-3 para o bom humor


Os peixes de água fria (salmão, arenque, atum) e óleo de linhaça são ricos em ômega-3, uma gordura que tem propriedades antiinflamatórias e contribui para a diminuição do aparecimento de espinhas e de celulite. O ômega-3 também auxilia na manutenção do bom humor!



- Inclua oleaginosas no cardápio
Nozes, castanhas, amêndoa, pistaches são alimentos ricos em gordura poliinsaturada que combatem também a inflamação. Mas não exagere, pois eles são calóricos.

- Magnésio para controlar a saciedade
Alimentos ricos em magnésio, como abacaxi, vagens, castanhas, nozes, cenouras, folhosos verde-escuros e carboidratos complexos e integrais, controlam a voracidade por doce, o aumento do apetite e a dor de cabeça.

- Bem-estar no prato
Alimentos ricos em triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, responsável pela sensação de bem estar, são muito bem vindos. E são eles: leite e derivados (prefira os desnatados e magros), produtos a base de soja, frutos do mar, feijão, lentilha, arroz e grãos integrais, oleaginosas, ovos e sementes de girassol e gergelim.




- Faça seu intestino funcionar
Alimentos probióticos também são boa pedida, já que um de seus benefícios é enriquecer a flora intestinal, fazendo com que o intestino funcione direito e regularmente e elimine toxinas (subprodutos do metabolismo).

- Zinco é essencial
Para diminuir a irritabilidade, a ansiedade e a insônia, sintomas característicos dessa fase do ciclo, abuse de alimentos ricos em zinco: carnes magras, peixes (incluindo ostras e crustáceos), leite, cereais integrais, feijões e nozes.

ADAPTE SEU CARDÁPIO ÀS VARIAÇÕES HORMONAIS DO CICLO MENSTRUAL

As mudanças no apetite, no ânimo e no humor da mulher são provocadas por oscilações nos cinco principais hormônios de ovulação e menstruação, segundo Maria do Carmo Borges de Souza, ginecologista responsável pelo setor de reprodução humana da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro),
1 - Progesterona: altera o mecanismo de equilíbrio hídrico, favorecendo a retenção de líquido no organismo.
2 - FSH (Folículo Estimulante): eleva a produção da proteína leptina, que controla o apetite.
3 - LH (Hormônio Luteinizante): produzido pela hipófise. Seu pico no meio do ciclo define a ovulação.

Na fase folicular (da menstruação até a ovulação), os níveis de estrógeno atingem o ápice, tornando a mulher mais confiante, com menos apetite e mais facilidade de queimar calorias.

Na fase lútea (da ovulação até o início da menstruação), os níveis de progesterona e luteinizante aumentam, e o estrógeno cai. A mulher tem retenção de líquido, alterações no metabolismo de lipídios e irritação. A queda do estrógeno reduz a serotonina, que dava a sensação de bem-estar.

Helena Alves Sampaio, nutricionista e doutoranda em farmacologia, pondera que essas alterações são normais no período pré-menstrual e que os sintomas podem ser reduzidos com mudanças na alimentação e prática de exercícios.

Nos casos de retenção de líquido, segundo a nutricionista, o ideal é continuar a tomar água para estimular o equilíbrio eletrolítico de minerais e eliminar a água das células. Alimentos fontes de potássio (banana, laranja e agrião) ajudam contra o inchaço.

Após a ovulação, deve-se diminuir o consumo de sal, pois provoca a retenção de mais líquido.

Café e chocolate
No período antes da menstruação, é bom evitar café e chocolate. Apesar de provocar sensação de bem-estar, são estimulantes e podem aumentar a irritabilidade e ainda desencadear um círculo vicioso. Afetada pela falta de serotonina, a mulher pode procurar descontar nesses alimentos o seu desconforto afetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares